En
 
   English Português  
AIM: HZM 3,50 GBX
TSX: HZM 0,07 CAD
Desenvolver o projeto de níquel principal seguinte no Brasil
 

Carros elétricos ultrapassando o mercado com velocidade

O mercado de venda de automóveis elétricos (EV) está evoluindo rapidamente e as montadoras estão em disputa para oferecer veículos elétricos com design, potência e, no longo prazo, autonomia. A meta é clara: transportar pessoas em um mundo mais limpo e “verde”.

Diversos países estão promovendo a eletrificação da indústria automobilística para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Exemplos incluem China, Reino Unido e Noruega, que teve em 2019, pela primeira vez, o número de carros elétricos vendidos superando o de veículos tradicionais. Na China, o aumento das vendas dessa categoria em 2018 foi 61,7% maior em relação a 2017.

Uma parte importante da adaptação dos veículos elétricos é o avanço da tecnologia das baterias dos EVs. Os desafios para a indústria incluem tempo de vida da bateria, tempo de recarga, energia, custos de manutenção, e o mundo está atualmente testemunhando como os avanços tecnológicos das baterias acontecem a passos largos.

Hoje a produção de carros elétricos depende fortemente de minerais como níquel, lítio, cobre e outros minerais relacionados. Muitos produtores de EV já estão se voltando para as baterias NMC (Óxido de Lítio Níquel Manganês Cobalto), com 80% de níquel para reduzir a dependência em outros metais e melhorar a tecnologia das baterias.

A Formula-E também está virando manchete. Concebida nos anos 2011 e lançada em Beijing em 2014 apresenta carros que chegam a velocidades de 300 km/h, com todos os veículos utilizando a mesma tecnologia de bateria de íons de lítio. A McLaren Applied Technologies foi contratada pela Williams para fornecer baterias, e eles criaram uma bateria que praticamente dobra a disponibilidade de energia das baterias anteriores para 54 kWh, de forma que os pilotos de EVs poder completar uma corrida com um único carro. De acordo com uma publicação do Nickel Institute, esse avanço tecnológico é resultado da melhora da densidade da energia da bateria, usando mais níquel, com a composição química 8-1-1, usando oito partes de níquel para cada parte de cobalto e manganês.

Mas não é somente na Formula-E que os EVs estão superando as expectativas de desempenho. O ID.R, veículo elétrico da Volkswagen, bateu um recorde de 20 anos no Goodwood Festival of Speed, ocorrido nesse mês de julho na Inglaterra, estabelecendo o novo recorde de 41,18s ante ao recorde anterior do carro de Formula-1 da McLaren (41,6s).

Goodwood festival

É nítido que a adoção de veículos elétricos é somente uma questão de tempo e um período promissor está à frente para a indústria e matérias-primas que irão alimentar seu desenvolvimento.

A Horizonte Minerals plc é uma empresa de desenvolvimento de níquel listada na AIM e na TSX, focada no Brasil. A Companhia está se posicionando como o investimento preferencial de níquel. Estamos desenvolvendo o projeto Araguaia como a próxima grande mina de ferro-níquel no Brasil, e o projeto Vermelho de níquel-cobalto, com o objetivo de fornecer níquel e cobalto para o mercado de baterias EV. Ambos os projetos são 100% de sua propriedade.

Fontes:



Voltar Para Notícias
Switch to desktop view