En
 
   English Português  
AIM HZM 3,25 GBX
TSX HZM 0,05 CAD
Desenvolver o projeto de níquel principal seguinte no Brasil
02/10/2023 Download .pdf version

HORIZONTE MINERALS FORNECE ATUALIZAÇÃO SOBRE A CONSTRUÇÃO DE SEU PROJETO ARAGUAIA NÍQUEL  

Horizonte Minerals Plc (AIM/TSX: HZM) (“Horizonte” ou a “Empresa”), a empresa de níquel que desenvolve dois ativos de Classe 1 no Brasil, anuncia hoje que tem feito um bom progresso na conclusão do projeto final de engenharia detalhada e construção para a Linha 1 de seu Projeto Araguaia Níquel (“Araguaia” ou “o Projeto”), 100% de sua propriedade. Esse trabalho, juntamente com uma revisão abrangente dos custos, resultou em mudanças no escopo de design e execução, que devem aumentar a necessidade geral de gastos de capital (capital expenditure) em pelo menos 35% (do orçamento atual de gastos de capital) e atrasar a primeira produção para o terceiro trimestre de 2024.

Considerando o progresso feito até o momento com a construção, o valor do Projeto da Linha 1 do Araguaia e a iminente entrega do Estudo de Viabilidade da Linha 2 do Araguaia, a Empresa continua a ter um forte apoio de seus principais parceiros.  A Empresa está trabalhando em um plano com suas várias instituições financeiras, juntamente com seus principais acionistas, para obter uma solução de financiamento para concluir a construção.

O trabalho de construção no site continua progredindo bem, com todos os principais projetos de engenharia emitidos para a construção. As atividades de estocagem de minério começaram no último trimestre, e o estoque de ROM está progredindo de acordo com o cronograma. O secador rotativo está agora no lugar, com todas as partes alinhadas para a soldagem final. A construção da linha de transmissão de 126 km e 230 kV está bem avançada, com todas as torres erguidas e 118 km de cabos condutores instalados. A construção do reservatório de armazenamento de água também está bem adiantada, com as seções iniciais da adutora de captação de água posicionadas e as fundações instaladas para a estação de bombeamento de captação no rio.

Para reduzir o risco da operação, o trabalho final de engenharia detalhada acrescentou itens de escopo adicionais vinculados aos principais pacotes de equipamentos, fez várias mudanças de aprimoramento no design em relação ao estudo de engenharia original (inclusive alterações no projeto da adutora de captação de água e no reservatório de armazenamento de água) e identificou a necessidade de obras civis e quantidades adicionais. Além disso, foram necessárias mudanças com fornecedores selecionados que não conseguiram cumprir o cronograma do projeto, o que aumentou as pressões sobre os custos.

Dessa forma, a Empresa contratou a Reta Engenharia para realizar uma revisão independente dos gastos de capital e do cronograma restantes, incorporando a mudança de escopo, as variações de material e quantidade, o aumento da duração do projeto até o primeiro metal e os custos associados, além dos requisitos adicionais de capital de giro. A Empresa também realizou uma análise detalhada dos custos de ramp-up e operacionais. A Empresa espera publicar uma atualização em meados do quarto trimestre de 2023, assim que essa revisão for concluída.

Os resultados do Estudo de Viabilidade da Linha 2 do Araguaia continuam no caminho certo para serem publicados no quarto trimestre de 2023. Espera-se que a produção combinada das linhas 1 e 2 do Araguaia seja de 29.000 toneladas por ano.

Jeremy Martin, CEO da Horizonte, comentou:

“Continuamos a fazer um sólido progresso na construção da Linha 1 do Araguaia e estamos confiantes de que o Projeto está agora com risco significativamente reduzido, dada a quase finalização da engenharia detalhada e das aquisições, juntamente com a revisão detalhada dos custos para conclusão de projeto, garantindo uma entrega bem-sucedida. Apesar da maior necessidade de capital prevista, o Araguaia continua sendo um ativo de Classe 1 que proporcionará margens sólidas ao longo de sua vida útil da mina de 28 anos quando a produção começar no próximo ano. Além disso, a conclusão iminente do Estudo de Viabilidade da Linha 2 demonstrará a capacidade do Araguaia de manter uma produção anual de 29.000 toneladas por ano.

Apreciamos o forte apoio fornecido pelas partes interessadas locais e pelos principais acionistas, enquanto trabalhamos em busca de uma solução de financiamento para concluir a construção.”

Outras atualizações serão fornecidas no momento oportuno. Este anúncio contém informações privilegiadas para os fins do Artigo 7 do Regulamento da UE 596/2014, conforme retido no Reino Unido de acordo com a Lei da União Europeia (Withdrawal) de 2018.

Para mais informações, acesse www.horizonteminerals.com ou entre em contato:  

Horizonte Minerals plc
Jeremy Martin (CEO)
Simon Retter (CFO)
Patrick Chambers (Head de Investor Relations)

 

info@horizonteminerals.com

+44 (0) 203 356 2901

Peel Hunt LLP (Nominated Adviser & Joint Broker)
Ross Allister
Bhavesh Patel

 

+44 (0)20 7418 8900

BMO (Joint Broker)
Thomas Rider
Pascal Lussier Duquette
Andrew Cameron

 

+44 (0) 20 7236 1010

 

Barclays (Joint Broker)
Philip Lindop
Richard Bassingthwaighte

 

+44 (0)20 7623 2323

Tavistock (Assessoria de Imprensa Financeira)                        
Emily Moss
Cath Drummond

 

+44 (0) 20 7920 3150

SOBRE A HORIZONTE MINERALS
A Horizonte Minerals Plc (AIM/TSX: HZM) está desenvolvendo dois projetos de Classe 1, 100% de sua propriedade no Estado do Pará: o Projeto Araguaia Níquel e o Projeto Vermelho de Níquel e Cobalto. Ambos de alto teor, baixo custo, com baixa intensidade de emissão de carbono e escaláveis. O Projeto Araguaia está em construção e quando concluir o ramp-up das Linhas 1 e 2, a previsão é que produza 29.000 toneladas de níquel por ano. O Projeto Vermelho está em fase de estudo de viabilidade e deverá produzir 24.000 toneladas de níquel e 1.250 toneladas de cobalto por ano para atender o mercado de baterias para veículos elétricos. O perfil de produção combinado da Horizonte de mais de 60.000 toneladas de níquel por ano posiciona a Empresa como uma produtora de níquel relevante globalmente. Os três maiores acionistas da Horizonte são La Mancha Investments S.à r.l., Glencore plc e Orion Resource Partners LLP.