En
 
   English Português  
AIM HZM 108,50 GBX
TSX HZM 1,55 CAD
Desenvolver o projeto de níquel principal seguinte no Brasil
19/05/2022 Download .pdf version

Horizonte Minerals comemora início da construção do
Projeto Araguaia

No evento, Ministério de Minas e Energia enfatiza importância do níquel na transição energética e do Projeto Araguaia, pela contribuição socioeconômica e por ir além da mineração e avançar na transformação mineral

Com a presença de sua equipe de liderança, autoridades políticas e representantes das principais empresas contratadas, a Horizonte Minerals, líder em investimentos de níquel no Brasil, com US$ 633 milhões captados, recebeu, dia 18 de maio, cerca de 100 convidados para o evento comemorativo ao início da construção do Projeto Araguaia, em Conceição do Araguaia, no Pará.

O prefeito de Conceição do Araguaia, Jair Lopes Martins, ressaltou a importância da chegada da Horizonte Minerals na cidade, colocando-a no mapa do Pará de modo relevante a partir da geração de empregos locais. O governo estadual se fez presente por meio do secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia, Carlos Lêdo; da diretora de Geologia, Mineração e Transformação Mineral da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (SEDEME), Lílian Poliana Sousa Gualberto, e de Tauany Martins Vieira, gerente de Mineração da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (SEMAS).

Entre os representantes do governo federal estiveram presentes o diretor do departamento de Transformação e Tecnologia Mineral do Ministério de Minas e Energia, Enir Sebastião Mendes, e o coordenador-geral do mesmo departamento, Daniel Alves de Lima. Mendes enfatizou a importância do níquel na transição para energia limpa e a relevância do Projeto Araguaia, como gerador de benefícios socioeconômicos para a região e por avançar além da etapa de mineração rumo à transformação mineral, “contribuindo para posicionar o país no mercado internacional de níquel, metal de extrema importância para a produção de energia limpa”, disse.

Para marcar o compromisso da Horizonte Minerals com a sustentabilidade não só do ponto de vista econômico, mas também ambiental e humano, quatro árvores foram plantadas no local por autoridades e filhos de empregados da Horizonte Minerals. De acordo com o diretor do Projeto Araguaia, Leonardo Vianna, “é o início de um legado que a Horizonte Minerals deixará para Conceição do Araguaia: além de aproximadamente 3.000 empregos durante a fase de construção, 500 empregos serão gerados durante a fase de operação, ao longo de pelo menos 28 anos de vida útil da mina, com muitas oportunidades de desenvolvimento socioeconômico para a região”, justificou.

O CEO da Horizonte Minerals, Jeremy Martin, participou do evento por meio de um vídeo, devido ao cancelamento de seu voo para o Brasil. O CEO, que participou das descobertas iniciais há mais de 10 anos, falou sobre a importância do níquel no nosso dia a dia e na transição para energia com baixa emissão de carbono, além da contribuição do Projeto Araguaia no aumento dos índices de biodiversidade da região.

Como parte das comemorações do dia, também foi inaugurado o Centro de Informações da Horizonte Minerals, na região central de Conceição do Araguaia (Av. Juscelino Kubitschek, 3.576). O local é um ponto de apoio para informação à população sobre oportunidades de empregos e de fornecimento de produtos e serviços ao Projeto Araguaia, além de informações sobre cursos de formação profissional que a empresa está promovendo, de forma gratuita, para capacitar a comunidade local para trabalhar na construção e na operação do Projeto.

Na próxima semana, a Horizonte Minerals também dará início às primeiras turmas dos cursos gratuitos de capacitação profissional em Conceição do Araguaia, em parceria com o SENAI.

Sobre a Horizonte Minerals:

A Horizonte Minerals plc (AIM & TSX: HZM) está desenvolvendo dois projetos 100% de sua propriedade, de classe 1 no estado do Pará: o Projeto Araguaia Níquel e o Projeto Vermelho de Níquel-Cobalto. Os dois projetos são de larga escala, alto teor, baixo custo, baixo carbono e escaláveis. O Projeto Araguaia está totalmente financiado e em construção. O Projeto produzirá 29.000 toneladas de níquel por ano (14.500 na primeira etapa) para abastecer o mercado de aço inoxidável. O Projeto Vermelho está em fase de estudo de viabilidade e produzirá 25.000 toneladas de níquel e 1.250 toneladas de cobalto para abastecer o mercado de baterias de veículos elétricos. O perfil combinado de produção da Horizonte a curto prazo, de mais de 50.000 toneladas de níquel por ano, posiciona a Empresa como um produtor de níquel significativo globalmente. A Horizonte está desenvolvendo um novo distrito de níquel no Brasil, que se beneficiará da infraestrutura estabelecida no Distrito Minerário de Carajás.

In Press Porter Novelli

Malu Molter 55 (11) 98999 – 0049 malu.molter@inpresspni.com.br

Raquel Ayres (31) 99877-2606 raquelpimentelayres@gmail.com