En
 
   English Português  
Desenvolver o projeto de níquel principal seguinte no Brasil
Slide 1

Porque o Brasil, Porque Agora?

  • Após 2 anos de desafios macro – a economia brasileira mostra sinais de recuperação
  • FMI diz que “a confiança na economia brasileira está lentamente se recuperando” e prevê crescimento positivo em 2017.
  • O índice de ações do país aumentou ~60 por cento até o presente momento em 2016 & os investimentos retornaram aos níveis de 2009.
  • • US$64 B em novos investimentos de infraestrutura anunciados pelo governo federal em junho de 2015, espera-se que a China invista mais de US$17 B.

Rio

Brasil e a Mineração Hoje

  • Sistema regulatório de mineração bem estabelecido.
  • Moeda desvalorizada aumenta o poder de compra para mineradoras.
  • Custos de produção em queda, tais como mão de obra e bens imobiliários (Itaú Bank).
  • Brasil é um dos principais propulsores de investimentos em mineração na América Latina (BMI Research).

 

Clara Rota do Desenvolvimento

Três anos até o início da produção comercial

Development Pathway


Licenciamento do Projeto Araguaia está bem adiantado


As áreas dentro do Projeto estão 100% localizadas dentro do estado do Pará, e portanto o Projeto continuará a ser licenciado pela Agência Ambiental Estadual. O processo de licenciamento de projetos de mineração no Brasil é composto de três etapas principais:

  1. A recém obtida licença preliminar (“LP”);
  2. A licença de instalação (“LI”), que permite o início de construção;
  3. Finalmente, a licença de operação uma vez concluída a construção (“LO”).

A concessão da LP é frequentemente vista como sendo a licença mais importante já que ele delineia os parâmetros do Projeto conforme acordados por todas as partes interessadas e é o único processo de licenciamento ambiental que requer a aprovação do Conselho Ambiental do Governo Estadual. A LP foi concedida à Horizonte Minerals para a HZMA no início de 2016.

A empresa agora focará na obtenção da LI, a qual, uma vez concedida, em paralelo com a Concessão de Lavra, permite que seja iniciada a construção. A empresa também trabalhará em parceria com o governo estadual do Pará para realizar estudos para identificar possíveis usos da escória do projeto Araguaia e possíveis indústrias locais que possam se beneficiar do produto ferro-níquel final.

O objetivo do Departamento de Sustentabilidade da empresa em 2016 e 2017 será coletar novos dados de linha base, particularmente para a recém adquirida área do projeto GAP, e integrar os dados ambientais e sociais do projeto, de forma a fornecer uma análise holística dos impactos sociais e ambientais combinados. O Estudo de Viabilidade será conduzido de acordo com normas internacionais, tais como as normas da International Finance Corporations Environmental e Social Performance Standards.

Araguaia Permit Process